MP estuda torcida única nos próximos BaVi’s após morte de adolescente

A briga entre torcidas fora do estádio no último final de semana no Ba-Vi, pode acarretar uma punição para as torcidas. O Ministério Público estuda torcida única no clássico.  Em 2011, Bamor, Imbatíveis, entre outras torcidas, assinaram com o Ministério Público e a Polícia Militar um termo de ajuste de conduta, visando conter a violência. Na prática, as brigas estão cada vez mais frequentes e nem sempre acontecem dentro dos estádios. O promotor público Olímpio Campinho, defende punições mais duras para os integrantes das torcidas organizadas. “Se Bahia, Vitória, Federação (Federação Bahiana de Futebol), Polícia Militar, não disser: “O que aconteceu no jogo, eu não posso garantir”. Então pronto. Se vocês não podem garantir, vamos trabalhar com uma outra ideia: torcida única”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *